Monday, January 30, 2006

Fé. Vc tem?

Eu hoje acordei me fazendo essa pergunta. Me considero uma pessoa de fé: nas pessoas, na vida, no futuro.
Mas esses últimos dias têm sido verdadeiras provações. A cada dia, uma nova emoção.
E então eu percebo que tudo, tudo o que está acontecendo comigo é de responsabilidade única e exclusivamente... MINHA!! Não é o máximo? Mais uma vez, a vida joga essa verdade na minha cara.
É como se Deus estivesse me mandando o mesmo telegrama pela milésima vez: "deixa de ser boba, deixa de ser tonta, pára de deixar as pessoas te fazerem de gato e sapato."
Eu quero escrever sobre Deus um dia. Tenho pensado mto nisso ultimamente, também.
De qualquer forma, mais uma vez a vida tá me mandando sinais, o que pode ser uma coisa ótima, ou não.
Porque um dia, esses sinais podem não vir mais... mas eu espero que a essa altura, eu já tenha aprendido essa lição, e já tenha ido pro capítulo seguinte.

Friday, January 27, 2006

Chegou!!!

Ahhh, chegou email da Bia! É impressionante como a nossa sintonia funciona, mesmo estando distantes uma da outra. E os emails trazem sempre a palavra certa... Ela é mesmo uma pessoa muito, muito especial.
Estudou Letras na USP. Alcançou uma pontuação excelente, pra quem nunca tinha feito cursinho. Poderia ter escolhido vários outros, mas bateu o pé e foi estudar Letras.
Fez mestrado sobre as expressões idiomáticas brasileiras do século 18 e sua tese de doutorado é sobre Capistrano de Abreu e os índios Caxinauá. Eu acho isso o máximo. Li o resumo da tese de mestrado e adorei. Estarei na defesa de doutorado dela.Vou buscá-la no aeroporto qdo ela voltar. E estou feliz por ter recebido o email dela hoje...

E ela tb passou por aqui. Fiquei feliz com a visita, viu? Volte sempre que quiser. Eu sou meio preguiçosa pra atualizar o blog, preciso me acostumar com isso... Que bom que vc gostou, pra mim esse é um elogio e tanto!

"Tome as rédeas da sua vida"

Ontem, estava muito, muito melancólica, sentindo um aperto enorme no peito. A minha vida tá tão confusa... atualmente, não posso nem planejar a tão sonhada viagem de férias com maridón, simplesmente pq eu não sei como vai ser o dia de amanhã. E já que não posso controlar isso, vou viver um dia de cada vez, com começo, meio e fim. Aliás, essa é uma idéia que me agrada muito: pensar em cada dia como uma pequena vida dentro da vida maior, e que a cada dia a gente tem a oportunidade de viver uma nova pequena vida, que faz parte da vida maior.
A cada cinco minutos, lá vou eu atualizar o meu email do Yahoo, pra ver se chega coisa nova. É que eu tô com crise de abstinência dos emails da Bia, minha amada amiga, que está fazendo doutorado na Alemanha (pq ela É chique....). Isso pq recebi um email dela ontem! Ahhhh, mas qdo a saudade aperta...
Preciso organizar minha vida. Cara, é impressionante: quando eu acho que fiz uma coisa certa, quebro a cara e lá vou eu ter que começar tudo de novo. Até quando, meu Deus, até quando?
Essa noite, sonhei com este blog, e acordei pensando: "será que um dia eu vou ter coragem de transformá-lo em um blog público, com template bonitinho e tudo?"
Quem sabe?

Friday, January 20, 2006

Lindos!

Meus amores lindos, os sobrinhos mais amados do mundo!

Thursday, January 12, 2006

Os 3 macaquinhos

Ahhh... eu sempre achei aqueles 3 macaquinhos a coisa mais fofa do mundo! Quando eu era criança, gostava de brincar de 3 macaquinhos com meus irmãos, já que somos em 3. Acho que uma das minhas maiores frustrações foi nunca ter tirado uma foto fazendo a pose dos macaquinhos com eles.
Deve ser pq eles nunca entraram na onda.



Eu me identifico demais com essas figuras!!! Quem é que nunca teve vontade de, por um momento, deixar de ver, ouvir ou falar? E de ser invisível? Eu tenho essas vontades sempre, e desde criança.

E hj, particularmente, eu queria ser invisivel e muda....

Thursday, January 05, 2006

Atoladinha

Nesses dias de folga que antecederam a virada do ano, eu tive a infeliz oportunidade de escutar as músicas da tal Tati Quebra Barraco, que são o mais novo "must" do momento.
E achei simplesmente um horror. De um mau gosto absurdo!!!!! Segundo maridón, essas coisas são tão ruins que viram moda, e eu me vi obrigada a concordar com ele.
Não sei se eu é que tô ficando velha ou se a juventude tá se excedendo, mas isso realmente é o fim dos tempos.

Mudando um pouco de assunto, recebi um comentário de uma pessoa cuja virada do ano não foi tão boa assim. Pena que vc não deixou um contato pra resposta! Mas lembre-se que a virada é apenas a virada e que segundo o Quiroga, o ano não começou ainda. Portanto, bola pra frente!! Anime-se, porque o novo ano promete. A gente precisa acreditar nisso, né? Senão vamos acreditar no quê?

Ahhh sim.... não posso esquecer de contar sobre os projetos de maridón e nosso novo amigo da praia, o Camilo: colocar um Cristo num morro lá em Ubatuba e invadir o castelo dos "Arautos do Evangelho".

O que? Você não conhece os Arautos? Afffffff... procura no Google, vai... é bizarro até a tampa (espero q eles não acessem a internet e nao cheguem até aqui).

Tuesday, January 03, 2006

Eu vivo esse momento lindo.

Ano Novo, praia, sol, amigos, amor. Entrei em 2006 pulando e dançando e me divertindo como nunca, ao lado de maridón. Estávamos tão felizes que até parecia brincadeira. Talvez fosse mesmo.
Entramos no novo ano dispostos a cumprir promessas, buscar desafios e realizar sonhos.
Pulamos sete ondas numa energia tão legal, que eu tenho certeza que, mesmo que o Quiroga tenha dito que o novo ano ainda não começou, coisas boas vão acontecer, pq eu quero assim.
Maridón elogiou meu vestido novo, que eu comprei pra usar na virada e que ele ainda não tinha visto.
E uma coisa que não tem preço: a sensação incrível de estarmos felizes, curtindo a mesma balada, na mesma vibração. Não dá pra explicar, porque foi muito, muito especial.

FELIZ 2006 PRA TODOS NÓS!!!

Wednesday, December 28, 2005

Feliz Ano Novo!

Vou seguir o conselho da Menina Prodígio e começar a escrever amenidades no blog, quando me faltar inspiração.
Não gosto muito das festas de final de ano. Tenho muita dificuldade em lidar com o fim de algumas coisas, ainda que isso signifique o recomeço de outras.
Todos os anos, eu faço promessas, tomo decisões que no momento são importantes, e no decorrer dos meses, esqueço tudo e vou vivendo a vida.
É importante ter metas... e anotar todas e tentar cumpri-las, na medida do possivel.
Agora eu me vou; praia, sol, caipirinha e amigos pra entrar em 2006 com o pé direito!!!

E mto axé pra todos nós.